Vestes Brancas e o Portal Celeste

VESTES BRANCAS E O PORTAL CELESTE

 

RetiroRJ3

Nas transformações que vieram se desenrolando ao longo dos tempos, a natureza desenvolveu vários mecanismos e várias formas de preparar a humanidade até chegar a fase em que todos passariam a se conhecer.

Nessas várias formas de preparação foram desenvolvidos todos os conhecimentos existentes: científico, filosófico, religioso, espiritualista, astrológico, etc. Uma maneira natural de direcionamento para que todos alcançassem onde a natureza queria chegar.

Desde o processo de criação do sol, lua, estrelas, planetas, água, terra, animais, vegetais, foi estruturado, ao longo do tempo, estágios de adaptações e adequações em cada época e tempo, em cada povo, local ou civilizações, visando a evolução e aprendizado do ser humano.

Enquanto o ser humano detém a visão primária de que tudo fora desenvolvido por ele num lapso de esforço, inteligência e crescimento, passamos a entender que tais eflúvios da sapiência humana, nada mais são do que as influências da natureza.

Influências estas recebidas através de instâncias de força. São inspirações, intuições e distribuição natural de dotes ou dons, dentro de um mecanismo dinâmico do pensamento e imaginação.

Esses dois mecanismos funcionam através das correntes adubadoras das energias elétricas e magnéticas. O ser humano é o centro astrológico de captação dessas influências ou correntes Astrais, servindo como ferramentas da natureza para toda essa engrenagem de desenvolvimento.

Naturalmente, um dos objetivos principais fora preparar a humanidade para o estágio futuro onde passariam a se conhecer. E esse objetivo fez gerar vários conhecimentos e vários anúncios sobre o futuro da humanidade através de influências ou intuições Astrais.

Como por exemplo: intuição e inspiração astrológica em sábios, profetas e astrólogos para anunciar o futuro. A chegada da Fase Racional ou a Era da Razão.

Um dos conhecimentos utilizado para indicar algumas mensagens do futuro da humanidade, foram os Livros da Bíblia Cristâ.

Apesar das dificuldades de tradução e interpretação alguns trechos apontam referências sobre a vinda da Cultura Racional.

A seguir, algumas passagens que comprovam essas indicações:

Apocalipse – Cap4 Vers.3

“E o que estava assentado era, na aparência, semelhante à pedra jaspe e sardônica; e o arco celeste estava ao redor do trono, e parecia semelhante à esmeralda.”

“E ao redor do trono havia vinte e quatro tronos; e vi assentados sobre os tronos vinte e quatro anciãos vestidos de vestes brancas; e tinham sobre suas cabeças coroas de ouro.”

Comprovação:

O Arco Celeste (Portal que liga este mundo ao mundo de origem, ao Mundo Superior) é um dos marcos simbólicos da nova fase da natureza mostrado pela Cultura Racional.

E o autor do Livro, o Sr. Manoel Jacintho Coelho veio na cor de Bronze (sardônica) que é a cor “juiz” das cores em confusão.

Apocalipse – Cap7 Vers.9

Versão Católica

“ Depois disso, vi uma grande multidão que ninguém podia contar, de toda nação, tribo, povo e língua: conservavam-se em pé diante do trono e diante do Cordeiro, de vestes brancas e palmas nas mãos. ”

Comprovação:

Os estudantes de Cultura Racional divulgam o Livro Universo em Desencanto, usando vestimentas Brancas, simbolizando a PAZ e a Pureza que representam. Em seus desfiles de confraternização sempre foi usado – e ainda é – as vestimentas brancas e todos com Palmas nas mãos.

Apocalipse – Cap3 Vers.4

Versão Católica

“Todavia, tens em Sardes algumas pessoas que não contaminaram suas vestes; andarão comigo vestidas de branco, porque o merecem.”

Comprovação:

A cor das vestimentas usada pelos Estudantes da Cultura Racional é a cor Branca.

E todos primam pelo respeito à força dessa cor . PAZ, AMOR, FRATERNIDADE E CONCÓRDIA UNIVERSAL, alinhados à harmonia da cor Branca que significa a união de todas as cores e simbolizando a pureza da origem.

(Fonte: Hist. 8º, Bíblia)

est